divulgação



Urbanismo Hídrico. Escalas de transformação do Vale do Paraíba

Acontece entre os dias 08 a 15 de janeiro o Workshop de planejamento e projeto urbano em cidades banhadas pelo Rio Paraíba do Sul, resultante da proposta de Cooperação acadêmica Universidade Federal do Rio de Janeiro (representada pelo professor Guilherme Lassance – PROURB/UFRJ), da Columbia University (Representada pela Professora Petra Kempf) e o Centro Universitário Geraldo Di Biase (Representado pela Professora Andréa Auad).

A idéia nasce da condição estratégica do Rio Paraíba do Sul e de seu vale para a economia nacional e do estado do Rio de Janeiro e tem como uma das referências a Tese de Doutorado desenvolvida no PROURB/UFRJ pela professora do UGB, Andréa Auad Moreira – Paraíba do Sul: um rio, quatro cidades, um patrimônio socioambiental em questão. Além da referida professora, o workshop conta com a participação efetiva de docentes e discentes da pós-graduação em arquitetura e urbanismo do UGB como integrantes dos grupos de trabalho que se associarão aos professores e alunos do o programa de Pós-graduação em Urbanismo da UFRJ (PROURB) e do Urban Design da Universidade de Columbia em Nova Iorque.

Para além do interesse propriamente acadêmico, essa participação é essencial dado que o objetivo do trabalho é produzir propostas ancoradas na realidade local e regional para que sejam efetivamente úteis em termos de contribuição para a sociedade. As atividades organizadas visam desenvolver propostas de intervenção urbana voltadas para o enfrentamento da crise hídrica que afeta hoje não apenas os municípios que conformam o Vale do Paraíba em sua porção fluminense, mas também o abastecimento em água da própria Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

As atividades estão previstas para iniciarem e terminarem no Studio-X (início no dia 08/01, e término nos dias 14 e 15/01), local situado na Praça Tiradentes 48, Centro do Rio de Janeiro, assim como um deslocamento de 5 dias consecutivos (09 a 13/01) nos municípios do médio vale para estudo das áreas de intervenção e estabelecimento de contato com as representações sociais desses municípios (institucionais, técnicas, culturais).

Para mais informações acesse: Urbanismo Hídrico



Publicado em 11/01/2016