pesquisa



Urbanismo na Sociedade de Risco: estratégias de planejamento, projeto e integração em áreas de conflitos.

Coordenador
Rachel Coutinho Marques da Silva

Integrantes
Eliane da Silva Bessa

O presente projeto de pesquisa tem por objetivo analisar  as estratégias de planejamento e de projeto urbano que contribuam para aliviar os processos de segregação e conflito em áreas urbanas que sofrem com os episódios freqüentes de violência urbana, tendo como foco os espaços urbanos formais no entorno das favelas.
Em 2008, o governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria Estadual de Segurança Pública lança um novo programa denominado de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) com intenção de desarticular os grupos armados de traficantes de drogas que controlam a quase totalidade das favelas na cidade do Rio de Janeiro. Esse programa que contempla até o momento 8 comunidades informais, sendo que a primeira área objeto desse programa foi a Comunidade do Morro Dona Marta em novembro de 2008. Já ao fim da pesquisa anterior, começamos avaliar o impacto da UPP no interior das comunidades informais e no seu entorno imediato.
O projeto insere-se nos objetivos da linha de pesquisa Violência Urbana e Impactos Socioespaciais do Grupos de Pesquisa Urbanismo e Estruturas Ambientais do CNPq. Atende também aos objetivos do Centro de Referência em Projetos Urbanos para Áreas de Conflito, Risco e Vulnerabilidade Ambiental em implantação no âmbito do PROURB e objeto de auxílio financeiro da FAPERJ, cujos objetivos são:
1. aglutinar pesquisas que trabalhem as dimensões do planejamento e projeto urbanos e paisagísticos em áreas sujeitas à violência urbana, riscos de várias naturezas e vulnerabilidade social, ambiental e econômica;
2. servir de um banco de informações e dados sobre este tema;
3. promover a disseminação de experiências de intervenção bem sucedidas
4. fortalecimento de práticas e políticas de desenvolvimento local sustentado através de cursos, workshops e seminários.