ensino



Seminário Teórico Avançado – Cidade Contemporânea: Teorias e Reflexões (FAU-806)
Disciplina Eletiva | Doutorado

Professores

Rachel Coutinho Marques da Silva


Resumo

A disciplina tem o objetivo de aprofundar questões teóricas, metodológicas e/ou epistemológicas, contemplando a atualidade teórica da disciplina como também estudos seminais em Urbanismo. Os temas abordados nos Seminários Teóricos Avançados serão propostos a cada semestre conforme os interesses de pesquisa do corpo docente e da evolução do conhecimento na área, permitindo uma constante atualização do debate teórico.

STA – Cidade Contemporânea: teoria e critica.
Discutir diferentes abordagens acerca da cidade contemporânea, enfocando sobretudo as rupturas epistemológicas ocorridas;  refletir e analisar criticamente textos recentes sobre a cidade contemporânea.
A Cidade Contemporânea.  Rupturas epistemológicas. Questões conceituais e metodológicas.  Teorias da Pós-Modernidade. A crítica à cidade contemporânea.


Bibliografia

BAUMAN Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2001
BORNHEIM, Gerd. “Sobre o Estatuto da Razão” in NOVAES, Adauto (org.) A Crise da Razão, São Paulo: Cia das Letras, 1999, pp. 97-110.
CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 2002,
COSTA, Lucio. “Razões da nova arquitetura” in Rio de Janeiro Ac&M, (coords.). Lucio Costa: Registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1995, pp. 108-116.
DAVIS, Mike. Cidade de Quartzo: escavando o futuro em Los Angeles. São Paulo: Página Aberta, 1993.
GRAHAM S. e MARVIN, S. Splintering Urbanism: networked infrastructures, technological mobilities and the urban condition, London: Routledge, 2001,
HARVEY, David. “Passagem da modernidade à pós-modernidade na cultura contemporânea” IN A condição pós-moderna. São Paulo: Edições Loyola, 1993, pp. 13-114.
JAMESON, Fredric. Modernidade Singular: ensaios sobre a ontologia do presente. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.
MAFFESOLI, Michel. Elogio da Razão Sensível. Petrópolis, Vozes, 2005.
SANTOS, Milton.”A normalidade da Crise” in SANTOS, M. O País Distorcido: o Brasil, a Globalização e a Cidadania, (organizado por Wagner Costa Ribeiro). São Paulo: Publifolha, 2002, pp. 90-93.
SOUSA SANTOS, Boaventura de. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. São Paulo: Cortez Editora, 2001
Stephen Graham e Simon Marvin. “Social Landscapes of Splintering Urbanism” Capítulo 6, Splintering Urbanism: networked infrastructures, technological mobilities and the urban condition, London: Routledge, 2001, pp. 217-303.