pesquisa



Intervenções em centros históricos: revisão crítica e alternativas urbanísticas para a revitalização do tecido urbano tradicional

Coordenador
Cristovão Fernandes Duarte

Integrantes
Andréa de Lacerda Pessôa Borde
Giovana Freire
Guilerme Meireles
Lia Motta
Luiz Paulo Leal de Oliveira

Assistimos, ao longo das últimas duas décadas, uma série de intervenções, patrocinadas pelo Poder Público, em centros históricos brasileiros. Os resultados obtidos, no entanto, não têm se demonstrado econômica e socialmente sustentáveis ou, mesmo, inteiramente aceitáveis com relação aos critérios de preservação adotados pelos órgãos responsáveis pela proteção do Patrimônio Cultural, indicando a necessidade de uma ampla revisão conceitual com relação às práticas e às soluções adotadas. Com uma abordagem, necessariamente, transdisciplinar o presente projeto de pesquisa pretende fazer avançar esse debate, buscando superar impasses teóricometodológicos e apontando caminhos e alternativas para futuras intervenções. Para tanto, selecionamos, como objeto-de-estudo, seis programas de revitalização de áreas centrais, implementados pela Administração Pública, desde o final dos anos 1970: o Projeto Corredor Cultural, no Rio de Janeiro (1970/1980); o Projeto Reviver, em São Luís (1980); o Projeto de Recuperação do Centro Histórico de Salvador (1990); o Projeto de Revitalização do Bairro do Recife, na cidade de Recife (1990); o Programa de Revitalização do Centro Histórico de Belém (1990); e o projeto de revitalização da zona portuária do Rio de Janeiro, o Porto Maravilha (2009).